<$BlogRSDUrl$>

...

domingo, outubro 12, 2003

...que vontade de deitar para fora o que nunca tive dentro de mim, que raiva e desejo de ser aquele a que nunca aspirei.
Devaneio porque amo odiar amar, todas as portas são fechadas, nas janelas passam sombras e lá fora o vento sopra nos cabelos daquela que a lua abraça como eu nunca o ousei sonhar...e o gato dorme...
Que diferença faz o que possa escrever, se tudo já foi antes pensado, tudo dito...
não importa, se todos somos apenas ecos perdidos no tempo, ecos de algo a que aspiramos a ser...

This page is powered by Blogger. Isn't yours?